Multa de trânsito em Campinas poderá ser parcelada no cartão de crédito

parcelamento multa de trânsito em Campinas
Apenas em 2017 foram aplicadas mais de 570 mil multas em Campinas

Sancionada em 2017, a lei que permite o parcelamento de multas de trânsito em Campinas começa a sair do papel. A Emdec iniciou nesta semana por meio de um chamamento público o credenciamento de empresas interessadas em implantar um sistema informatizado de gestão de arrecadação de multas de trânsito e de transporte (cometidos pelos ônibus) por meio de cartão eletrônico.



O sistema vai absorver também o pagamento de despesas de motoristas com o pátio municipal (para onde vão os carros apreendidos) e de guias de outros serviços da Emdec, como os guinchos, por exemplo. A partir de então, todas essas despesas poderão ser pagas em cartão e de forma parcelada, o que não era possível até agora. A Emdec, porém, não estimou prazo para a entrada em vigor das novas regras.

O parcelamento da multa vai evitar que as pessoas deixem para pagar suas multas só no licenciamento, por exemplo. No último levantamento divulgado pela Emdec mostra que em 2017 foram aplicadas 576.336 multas de trânsito (um recorde questionado pela população), gerando uma arrecadação de cerca de R$ 90 milhões aos cofres públicos. O excesso de velocidade e avanço de sinal vermelho foram as líderes do ranking das infrações no ano passado na cidade. Depois aparece o estacionamento irregular.