Barão Geraldo ganha novo serviço de compartilhamento de bicicletas

Bikes estarão distribuídas por diversos pontos do distrito em um raio de 12 km

O distrito de Barão Geraldo em Campinas passa a contar com um serviço de compartilhamento de bicicletas no sistema dockless (sem estação para retirada e devolução) via aplicativo. O serviço é oferecido pela empresa Yellow em numa área de cerca de 12km no distrito, que alcança, entre outros pontos, o campus da Unicamp, bairros como Parque das Universidades, Cidade Universitária, além de parte do Campus 1 da PUC-Campinas.



As bikes, que estarão disponíveis em pontos parceiros da empresa, podem ser usadas de segunda a segunda, 24 horas por dia, e estacionadas depois, em qualquer lugar dentro da área determinada em locais onde o estacionamento de bicicletas é permitido. Nesta primeira fase, serão cerca de 200 bikes, cuja viagem terá custo de R$ 1,50 a cada 15 minutos.

As corridas podem ser pagas com cartão de crédito e dinheiro. Os créditos para uso das bicicletas poderão ser comprados em dinheiro em bancas de jornal e lojas, entre outros estabelecimentos parceiros espalhados pelo distrito para receber e liberar o aplicativo do usuário, similar ao que acontece com as recargas de celular.

Já conhece o Guia do Estudante de Barão Geraldo?

A Yellow é uma startup especializada em compartilhamento de bicicletas e, em breve, também em patinetes. Atuando hoje apenas em São Paulo, até o momento conta com 500 bikes espalhadas pela cidade. A previsão, porém, é que até dezembro de 2018 atinja 20 mil unidades e, no futuro, 100 mil. Já quanto aos patinetes, o objetivo é disponibilizar 25 mil já no próximo ano.



Como usar o app e onde estão as bikes?
É preciso baixar o aplicativo da empresa (disponível para Android e iOS), através do qual é feito o cadastro e também a localização da bike mais próxima, que são rastreadas por GPS e destravadas por QR Code. Após o uso, o ciclista as deixa onde desejar, desde que não atrapalhem o fluxo de carros e pessoas.

As bicicletas possuem alarmes acoplados, que disparam se houver a tentativa de movimentá-las enquanto está travada. Mas não possuem marchas, o que pode dificultar o uso por usuários sem condicionamento físico adequado.

Ver mais notícias de Campinas e Região