Unicamp Campinas inaugura usina de energia solar com foco na redução de consumo

Faculdade de engenharia elétrica Unicamp
Projeto ainda vai receber troca de lâmpadas e troca de aparelhos de ar-condicionado

A Unicamp inaugura na próxima quinta-feira (11-abr) parte do projeto do “Campus Sustentável”, que inclui uma usina de energia solar no campus. Ao todo, mais de 2 mil painéis foram instalados nos prédios da Unicamp com a intenção de reduzir o custo da Universidade na compra de energia. A iniciativa faz parte do programa de eficiência energética. Ainda haverá a troca de três mil lâmpadas, e aparelhos de ar-condicionado já ultrapassados, segundo informa o professor Luiz Carlos Pereira da Silva, da Faculdade de Engenharia Elétrica, um dos coordenadores do projeto.



O principal ponto que recebeu painéis foi o teto do GMU (Ginásio Multidisciplinar da Unicamp). Os prédios da Engenharia Elétrica e de Computação, além do Instituto de Geociências, do Nipe (Núcleo Interdisciplinar de Planejamento Energético). A universidade não gastou em investimentos nos equipamentos. A verba faz parte de uma parceria com a CPFL Energia, com base no programa de Eficiência Energética da Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica). Com as novas mudanças, a expectativa é que seja possível gerar 2% da energia consumida no campus, com previsão de uma economia de R$ 250 mil mensais.

Projeto
O projeto Campus Sustentável continua. São oito núcleos explorados, que devem ser postos em prática na universidade. Entre eles estão um minicentro inteligente de dados de consumo e operação de redes elétricas, micro-ônibus elétricos, uma ferramenta de gestão de energia para evitar que haja desperdício do recurso, entre outras alternativas visando a eficiência energética. A inauguração será aberta ao público que quiser conhecer a nova tecnologia.

Ver mais notícias de Campinas e Região