Igrejas e Santuários em Campinas

 

Basílica Nossa Senhora do Carmo
O prédio original foi iniciado em 14 de julho de 1774, com a primeira missa, quando da fundação da paróquia e da cidade de Campinas. Era uma matriz provisória, coberta de sapé, localizada onde hoje se encontra o monumento a Carlos Gomes. Essa matriz provisória funcionou desde a fundação da cidade até que estivesse pronta a matriz definitiva, inaugurada em 25 de julho de 1781. Esta igreja foi sede da freguesia (paróquia) de Nossa Senhora da Conceição, durante o período do Brasil-colônia e Império.




Em 1870, a Catedral de Nossa Senhora da Conceição (que ainda estava em construção) passou à condição de matriz, mas como a população à época não quis que a antiga matriz perdesse a condição de paróquia, foi feita a divisão do núcleo urbano de Campinas em duas paróquias, a da “Matriz Nova” (a Catedral) e a da “Matriz Velha”.

Esta “Matriz Velha” foi praticamente destruída na década de 1920, com exceção do altar-mor e das torres, para a construção da igreja hoje existente, com inspiração no estilo neogótico. Pretendia-se construir um templo amplo e alto, como as igrejas góticas da Europa mas, com a crise do café e o empobrecimento dos cafeicultores locais, acabou-se concluindo a construção com dimensões muito inferiores às desejadas.

Endereço: R. Dr. Quirino, s/n – Centro – Campinas
Telefone (19) 3231-2327
Visitar site
Horários de missas:
Terça a sexta-feira: 18:30 (quarta também às 15:00)
Sábado: 17:00
Domingo: 07:30 – 10:00 – 18:30
Rota até o local





Catedral Metropolitana de Campinas – Nossa Senhora da Conceição
A igreja começou a ser construída em 1807. Sua construção durou mais de seis décadas. A técnica da construção é a da taipa de pilão. O seu interior, em estilo barroco baiano (sem douração) conta com um requintado trabalho de talha de madeira, realizado pelos entalhadores Vitoriano dos Anjos Figueiroa e Bernardino de Sena Reis e Almeida. No projeto como um todo, inclusas as fachadas em estilo neoclássico, houve a participação de vários arquitetos, dentre os quais Francisco de Paula Ramos de Azevedo, que concluiu as obras. A Catedral Metropolitana de Campinas é tombada pelo Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico, Arqueológico, Artístico e Turístico e pelo Conselho de Defesa do Patrimônio Cultural de Campinas. O edifício é tido como o maior no mundo construído em taipa de pilão, com seus 4.000 m² e também um dos mais altos.

Catedral Metropolitana de Campinas
Endereço: Pça José Bonifácio – centro
Telefone: (19) 3231-2085

Site: ww.catedralcampinas.com.br
Horários de missas:
Segunda a sexta-feira: 07:00 – 12:15 – 18:15
Sábado: 07:00 – 12:15 – 18:30
Domingo: 07:30 – 09:30 – 11:30 – 17:00 – 19:00
Rota até o local


Igreja Nossa Senhora Aparecida




A Paróquia Nossa Senhora Aparecida foi criada pelo então Bispo Diocesano D. Paulo de Tarso Campos em 26 de janeiro de 1949 tendo como primeiro pároco o Padre João Maria Corrêa Machado. Em dezembro de 1950 o Pe. Machado levou a imagem de Nossa Senhora Aparecida para Roma e a apresentou ao Papa Pio XII que deu a bênção à imagem concedendo especiais indulgências.

Em março de 1951 o padre celebrou a primeira missa no local da construção da Igreja matriz e como posse sagrada do terreno, foi fincada uma Cruz, em frente ao Estádio do Guarani Futebol Clube. Em outubro de 1956 era lançada a Pedra Fundamental da igreja Matriz.

Endereço: Av. Dr. Arlíndo Joaquim de Lemos, 1100 – Jardim Proença
Telefone (19) 3252-3642
Visitar site
Horários de missas:
Terça a sexta-feira: 07:30
Sábado: 18:00
Domingo: 07:30 – 09:30 – 19:00
Rota até o local


Igreja Nossa Senhora das Dores
A Paróquia Nossa Senhora das Dores fica no bairro Cambuí um dos mais nobre de Campinas, a igreja é um dos símbolos do bairro. Seu primeiro Pároco foi o Pe. Manuel Garcia do Amaral e atualmente é administrada por Monsenhor João Luiz Fávero. A igreja matriz teve sua pedra fundamental lançada no dia 8 de agosto de 1937.

O projeto arquitetônico é do Dr. Hoche Segurado. O projeto da arte final, no acabamento interno do tempo, é obra do Prof. Olavo Sampaio, que acompanhou pessoalmente a execução de cada detalhe.

Endereço: Rua Maria Monteiro, 1212 – Cambuí
Telefone (19) 3252-4839 3705-2070
Visitar site
Horários de missas:
Segunda a sexta-feira: 17:10
Sábado: 17:00
Domingo: 08:30 – 11:00 – 18:30
Rota até o local


Igreja Nossa Senhora do Rosário
A primeira ideia da criação d e uma igreja dedicada a Nossa Senhora do Rosário nasceu logo após Campinas ter sido elevada à condição de Vila, em 1797. A igreja foi construída por iniciativa do padre Antônio Joaquim Teixera, sobrinho do Frei Antônio de Pádua Teixera. A igreja foi inaugurada, ainda incompleta, em 1817 com a cerimônia de entronização da imagem de Nossa Senhora do Rosário.




A Igreja foi transformada em matriz provisória de Campinas em 1847, por ocasião de uma visita de Dom Pedro II a Campinas. Cerca de dez mil pessoas foram ao largo em frente a igreja prestigiar o evento. Depois disso, o Largo ou Pátio do Rosário passou a ser considerado o local ideal para acontecimentos que envolvessem multidões.

Em 1870 as autoridades católicas decidiram dividir a paróquia em duas, uma, ao norte, denominada de Santa Cruz de Campinas, com sede na Matriz Velha, e outra, ao sul, com o nome de Nossa Senhora da Conceição, com sede na Igreja do Rosário, enquanto se aguardava o término da Matriz Nova.

Em 1914 após conclusão das últimas obras da igreja, para as pinturas foi contratado o artista austríaco Thomaz Sheutel, que terminou seu trabalho antes de 1930. Suas obras seguiam o chamado estilo Beuron, nome provindo de uma abadia da Alemanha que originou uma escola de arte sacra com estilo próprio. Esse estilo combina elementos das artes egípcia, bizantina e românica gerando no entanto um resultado harmonioso e de fulgurante beleza. O mesmo austríaco fez a decoração do Mosteiro de São Bento em São Paulo.

Endereço: Av. Francisco José de Camargo Andrade, 535 – Jd. Chapadão.
Telefone (19) 3241-8046
Visitar site
Horários de missas:
Terça a sexta-feira: 07:00 – 19:00
Sábado: 07:00 – 16:00
Domingo: 7:30h, 10:00h e 19:00h
Rota até o local


Igreja Santa Rita de Cássia
A Paróquia teve sua origem em 1956, quando o Pe. Francisco Marques de Almeida, conhecido como Pe. Chiquinho, reuniu-se com moradores do bairro Nova Campinas área nobre da cidade, na residência do Dr. Armando de Araújo Teixeira e sua esposa Albertina Azevedo de Araújo Teixeira (Dª. Nininha).

No ano de 1957 teve início a construção do prédio da igreja, após a formalização da doação da área de terreno, pela Prefeitura de Campinas. A construção se viabilizou através de doações dos devotos, de rifas e de outras iniciativas do Pe. Chiquinho que se notabilizou como grande empreendedor.

Em 22 de maio de 1964, o Arcebispo Metropolitano, Dom Paulo de Tarso Campos criou a Paróquia e nomeou como seu primeiro Pároco, o Pe. Francisco de Assis Marques de Almeida.

Durante mais de 30 anos, Pe. Chiquinho esteve à frente da Paróquia Santa Rita de Cássia, só se afastando em virtude de doença que o acometeu. Dom Gilberto Pereira Lopes, Arcebispo Metropolitano, em decorrência desse problema de saúde do Pe. Chiquinho, nomeou o Mons. Fernando de Godoy Moreira, a partir de 4 de abril de 1997, como Administrador Paroquial.

No dia 5 de novembro de 2006, com as presenças de autoridades civis, militares e eclesiásticas, ao lado dos paroquianos e devotos de Santa Rita de Cássia, foi celebrada Missa Solene em ação de graças, benção das dependências e inauguração de placas comemorativas, com a presença do Arcebispo Metropolitano, Dom Bruno Gamberini.

Endereço: Av. Dr. Jesuíno Marcondes Machado, 670 – Nova Campinas
Telefone (19) 3252-2261
Visitar site
Horários de missas:
Segunda a Sexta: 08:15 – 18:30
Sábado: 08:15 – 12:15 – 16:30
Domingo: 07:00 – 09:00 – 11:00 – 16:30 – 18:00 – 20:00
Rota até o local


Igreja São José
A história da Paróquia de São José remete ao ano de 1911, quando os primeiros missionários da Congregação dos Missionários do Sagrado Coração chegaram ao Brasil. Em Campinas a Paróquia foi fundada em 1º de junho de 1921 na Vila Industrial. A paróquia tem aberto espaços aos que desejam receber os sacramentos que ainda não tiveram oportunidade de realizá-los.

Endereço: Rua 24 de Maio, 477 – Vila Industrial – Campinas
Telefone (19) 3272-5353
Visitar site
Horários de missas:
Terça a sexta: 07:30
Sábado: 17:00
Domingo: 10:30 – 19:00
Rota até o local

 





Santuário Nossa Senhora Desatadora dos Nós
A história surgiu em 1700, na cidade de Ausburgo, na Alemanha quando um pintor desconhecido pintou a Virgem Maria inspirado na meditação feita por São Irineu, bispo de Lyon e mártir no ano 202, que, à luz do paralelismo escrito por São Paulo sobre Adão-Cristo, criou o de Eva-Maria.

Este quadro foi então colocado na pequena igreja de São Peter am Perlack em Ausburgo e ali está até hoje nesta igreja que é cuidada pelos jesuítas locais. A devoção à Maria Desatadora dos Nós, então, já existe há 300 anos.

Em Campinas o Santuário foi inaugurado em outubro de 1999, hoje recebe milhares de fiéis toda semana que vem de diversas partes do Brasil.

Endereço: Rua Estácio de Sá, 466 – Jardim Santa Genebra – Campinas
Telefone (19) 3242-3211
Visitar site
Horários de missas:
Segunda a quinta-feira: 19:30
Sábado: 09:30 – 17:30
Domingo: 08:00 – 11:00 – 16:30
Rota até o local

Ver todos os pontos turísticos de Campinas