Praças

Centro de Convivência Cultural – Teatro Arena
O Centro de Convivência possui quatro edifícios em cruz, dos quais as partes superiores são arquibancadas para o Teatro de Arena, com capacidade para aproximadamente cinco mil
pessoas. Há um teatro interno, com capacidade para 500 pessoas. Há um espaço disponível para exposições de arte, além de um espaço próprio para a construção de um bar,
atualmente denominado “Sala Carlos Gomes”. Um quinto elemento se apresenta na torre de iluminação sobre a área destinada ao Teatro de Arena.

O local é um espaço multiuso, que possibilita a realização de espetáculos de teatro, de dança, palestras, simpósios, conferências, exposições artísticas e das demais áreas do
conhecimento.

Endereço: Praça Imprensa Fluminense, s/nº – Cambuí
Horário: Sábado e domingo das 09:00 às 18:00
Telefone (19) 3232-5977 e 3232-4168
Rota até o local:

 


Largo do Rosário “Praça Visconde de Indaiatuba”
O local era conhecido como “Pátio do Rosário” devido à Igreja do Rosário, ali existente desde 1817 e que sempre foi um lugar de festividades, solenidades públicas como as festas em
homenagem ao imperador Dom Pedro II em suas visitas a Campinas em 1848, 1875 e 1878. Joaquim Bonifácio do Amaral, o Visconde de Indaiatuba, construiu nas proximidades, um
sobrado imponente, onde hospedou o imperador nas suas visitas de 1875 e 1878.




A denominação de “Praça Visconde de Indaiatuba” ocorreu em 31 de janeiro de 1887 em homenagem a um dos fundadores do Colégio Culto a Ciência.O largo era um ponto de tílburis
(antigos carros puxados por um cavalo) e local de grande circulação de pessoas.

Em 1854 a Câmara Municipal de Campinas determinava ser o Pátio do Rosário local de feiras livres. Foi na segunda metade do século XIX que a praça ganhou um projeto paisagístico,
com a plantação de árvores e construção de um jardim que depois foram arrancadas para dar lugar ao busto de Campos Sales, mais tarde removido para o início da avenida com seu
nome.

Em 1956 o plano de urbanização de Prestes Maia previu o alargamento da Avenida Francisco Glicério resultando na demolição da Igreja do Rosário. Durante toda a sua existência o
Largo do Rosário foi alvo de muitas modificações, mas sempre foi e continua sendo um dos principais pontos de reunião do centro da cidade.

Endereço: entre a avenida Francisco Glicério e rua General Osório
Rota até o local:

 


Largo do Pará
O Largo do Pará possui uma área de 9.930 metros quadrados, com coreto, chafariz e playground na região centra de Campinas. O local teve vários nomes ao longo de sua história,
sendo a primeira delas “Independência”, no ano de 1848.

A denominação “Pará” foi dada pela Câmara Municipal em 1896, em homenagem ao maestro Carlos Gomes, pois foi em Belém capital do Pará onde o maestro morou até seu
falecimento em 16 de setembro de 1896. O nome substituiu a então denominação “Largo do Tanquinho”. Em 1927, por ocasião do bicentenário do café, o Largo do Pará recebeu um
monumento em homenagem ao café, já que Campinas foi o mais importante centro produtor de café do país. Finalmente, depois de receber diversas outras denominações, a
nomenclatura “Pará” voltou a designar o Largo, conforme Lei nº 515, de abril de 1937.

Endereço: entre as rua Barão de Jaguará e avenida Francisco Glicério – Centro
Rota até o local:

 





Praça Arautos da Paz (ao lado do Parque Taquaral)
O espaço foi criado em 2001 para ser um local multiuso, na praça é possível realizar atividades das mais variadas espécies. Além de ser aberta, permitindo simplesmente caminhar,
fazer atividades esportivas em geral ou de lazer, a Praça ainda comporta eventos culturais das diversas áreas, como música, dança, teatro, já que conta com um palco construído no
local. É possível, ainda, realizar festas e feiras, dadas as dimensões da Praça.

Endereço: Rua Vital Brasil, s/nº, Taquaral
Rota até o local:

 


Praça Carlos Gomes
O local é hoje em dia mais uma das áreas de recreação que o município oferece. Em 1914 foi construído um coreto, e desde então, se começou a realizar apresentações de bandas
populares. A praça conta com dois monumentos, um em homenagem a Rui Barbosa e outro a Tomás Alves.

Endereço: Av. Irmã Serafina – Centro
Rota até o local: