Cor dos olhos determina característica de saúde e traços da personalidade

Cor dos olhos determinam características da saúde e traços da personalidadeO tom dos olhos afeta a quantidade de dor que uma pessoa sente, a probabilidade de ter diabetes, a velocidade com que a mente trabalha e ainda a eficiência que faz esporte e até a força que segura um drinque.

Um recente estudo da Universidade de Pittsburgh concluiu que mulheres caucasianas com olhos claros parecem tolerar melhor a dor e a angústia do que aquelas com olhos castanhos. A pesquisa observou 58 mulheres grávidas e concluiu que as donas de olhos azuis ou verdes sentiam menos dor ao dar à luz e também menos ansiedade após o nascimento dos filhos com índices menores de depressão e pensamentos negativos.

Apesar de ainda não saberem o motivo exato desta relação, a responsável pelo estudo, Dra. Inna Belfer, acredita que detalhes genéticos são os responsáveis. Os genes, aliás, determinam várias outras relações entre cor dos olhos e indivíduos.

Até recentemente, acreditava-se que haviam genes diferentes para pessoas com olhos de cores distintas. O que acontece, na verdade, é que a cor dos olhos é baseada em 12 ou 13 variações genéticas de cada indivíduo. Com estas combinações é possível prever em até 90% a cor do olho de um bebê.

Mas e por que a cor dos olhos influencia na saúde? Porque os genes que determinam isso são multi-tarefas. O NCX-4, por exemplo, que está relacionado a olhos escuros, controla muitas proteínas, entre elas uma relacionada à dor. Outro gene, este que relacionado à melanina, também age no controle da dor, na probabilidade do controle de uma doença no fígado chamada de síndrome de Dubin-Johnson e tornam ainda as pessoas de olhos castanhos mais suscetíveis ao álcool.

Uma pesquisa da Universidade de Atlanta observou 12 mil homens e mulheres e descobriu que aquelas de olhos claros bebiam muito mais e tinham mais chances de serem alcoólatras, isso porque os donos de olhos escuros bebiam menos e ficavam bêbados mais depressa.

A melanina que determina a coloração escura dos olhos também é um estimulador de conexões elétricas no cérebro tornando as funções cerebrais mais eficientes, sensíveis e rápidas. Essa relação explica porque pessoas de olhos escuros reagem mais rápido do que as de olhos claros e, em geral, são melhores jogadores de tênis pois têm mais facilidade em mandar a bola no alvo e acertá-la com uma raquete.

Outro estudo, concluiu que donos de olhos escuros pensam mais rápido e resolvem melhor problemas em prazos curtos de tempo. Ao passo que pessoas de olhos claros raciocinam mais devagar, mas consideram melhor e mais estrategicamente suas decisões. Eles ficaram à frente em testes que pediam planejamento e gerenciamento do prazo, como jogar golfe, corrida e rotina de estudo para provas.

Não são os genes que fazem com que os olhos sejam claros, mas apenas determinam a falta de melanina (elemento que os torna escuros). Originalmente, teríamos todos olhos escuros. A partir dai, vem a teoria de que clima frio e peles claras ajudaram esta mudança a se espalhar pelo mundo.