Consumo moderado de pimenta pode acelerar o metabolismo, prevenir doenças e o envelhecimento precoce

Beneficios-da-Pimenta-para-a-saudeA pimenta conhecida por ter um lugar de destaque na gastronomia mundial, agora aparece também em estudos que revelam que ela faz bem à saúde consumida de forma moderada, pois acelera o metabolismo e previne doenças. A capsaicina, composto presente em alguns tipos de pimenta, por exemplo, é capaz de aliviar dores de cabeça e sintomas da rinite alérgica. Além disso, a pimenta pode prevenir o envelhecimento precoce e afetar positivamente o humor.

Quando se pensa em receitas picantes, logo vem à mente comida mexicana, país que conta com uma série de variedades de pratos apimentados, principalmente nachos, burritos, tacos e quesadilhas que usam o chili, tipo mais comum de pimenta no México.
Confira os benefícios da pimenta na alimentação:

Valor nutricional
A Pimenta é um alimento de baixa caloria, fornecendo apenas 40 calorias por 100 gramas e rica em vitaminas A e C. Por conter capsaicina, a taxa de digestão aumenta quando consumida, o que auxilia na redução de gorduras e na perda de peso.

 




Controle do colesterol
O consumo regular da pimenta contribui na manutenção dos níveis de LDL Colesterol, chamado popularmente de “colesterol ruim”, que em grandes quantidades podem provocar doenças cardíacas. Os triglicérides, uma das muitas formas de gordura, também podem ser controlados com o alimento.

Imunidade
A vitamina A, presente na pimenta ajuda na prevenção de infecções, cuida do trato urinário, torna o sistema digestivo mais funcional e estimula a secreção de muco.

Efeito analgésico
A capsaicina é capaz de aliviar dores de cabeça e sintomas da rinite alérgica, pois faz com que os pulmões trabalhem melhor e controla a quantidade de glicose no sangue.

Antioxidante
As pimentas que possuem o composto capsaicina, como a Jalapeño, previnem o envelhecimento precoce, doenças cardíacas e crônicas (Diabetes, por exemplo). Os flavonoides presentes em alguns tipos ajudam na neutralização de radicais livres, que podem causar muitas formas de câncer, Mal de Alzheimer e Parkinson.

Humor
A pimenta promove sensação de bem estar ao liberar noradrenalina e adrenalina, que além de tudo são capazes de diminuir o apetite. Esse efeito antidepressivo se dá pelo poder que esses compostos têm de deixar a pessoa mais alerta.

Beleza capilar
A capsaicina junto com a isoflavona, encontrada em alguns tipos de pimenta, fazem com que os fios cresçam mais rápido e mais saudáveis.

Não cometa exageros para que o consumo não seja prejudicial à sua saúde.
Diferentes tipos de pimenta, das menos até as mais ardidas

Pimenta-Biquinho
Utilizada como enfeite em diferentes pratos
Nível de ardência: 0
Pratos: vai bem com molhos, peixes e carnes, além de ser consumida também em conserva

Cambuci
Boa para as pessoas pouco acostumadas com as pimentas
Nível de ardência: 0
Pratos: pode ser utilizada em saladas e cozidos, ou até mesmo recheada

 




Pimenta Dedo-de-Moça
Bem picante
Nível de ardência: 2
Pratos: comum na cozinha brasileira, essa pimenta vai bem com frutos do mar, aves e carne vermelha. Pode ser utilizada crua ou em conserva

Japaleño
Tem frutos suculentos e sabor inconfundível.
Nível de ardência: 5
Pratos: muito utilizada na culinária mexicana, em pratos como nachos, tacos e burritos. Também pode fazer parte de molhos e servida fresca em saladas

Pimenta -da-Jamaica
Encontrada principalmente em pó ou em grãos.
Nível de ardência: 6
Pratos: é normalmente consumida em conservas, carnes de caça, frutos do mar e até mesmo doces, como tortas e pudins

Cumari
Pequena e picante.
Nível de ardência: 6
Pratos: é utilizada no preparo de conservas, molhos e temperos. Em algumas regiões do Brasil, é costume consumi-la misturada com arroz e feijão

Caiena
Bastante ardente e com sabor levemente amargo.
Nível de ardência: 6
Pratos: comumente usada como condimento quando seca e moída

Malagueta
Bastante picante, é muito conhecida no Brasil
Nível de ardência: 7
Pratos: Experimente com peixes e carnes, ou com pratos brasileiros como feijoada, acarajé e moqueca

Habanero
Com aroma característico, sem muita polpa e suculenta quando fresca, é extremamente picante.
Nível de ardência: 8
Pratos: é utilizada principalmente em molhos e pratos da cozinha mexicana e também pode ser consumida seca

Bhut Jolokia
Considerada uma das pimentas mais ardidas do mundo
Nível de ardência: 8
Pratos: É consumida tanto in natura quanto seca, em saladas e molhos