Saiba como evitar o envelhecimento precoce do rosto e do corpo

cuidados-com-a-pele-do-rosto-e-corpoNormalmente, a partir dos 30 anos que os primeiros sinais do tempo são refletidos na pele humana. Rugas, linhas de expressão, alterações na pigmentação da pele, perda de colágeno e o ressecamento da cútis são algumas das alterações que começam a aparecer nesta fase da vida.

Segundo dermatologistas, existem dois tipos de envelhecimento: o intrínseco e o extrínseco. O primeiro ocorre lentamente e é determinado pela genética, sem a interferência de agentes externos. O extrínseco, entretanto, é decorrente de fatores como a exposição solar excessiva e sem devida proteção, poluição ambiental, o tabagismo e a ingestão demasiada de bebidas alcoólicas.



O álcool diminui a capacidade do organismo de absorver nutrientes. Desta forma, faz com que ocorra uma deficiência de proteínas, sais minerais e vitaminas responsáveis pela regeneração da epiderme. O desequilíbrio emocional e a má alimentação também ajudam a acelerar o processo de perda de colágeno.

Essencial ao organismo por ser responsável pela tonificação e a sustentação da cútis, a vitamina A, também chamada de retinol, ajuda na restauração de lesões da pele devido à sua ação antioxidante. Por outro lado, a vitamina C é capaz de clarear, remover e prevenir rugas profundas, além de aumentar a firmeza da pele e combater os radicais livres.

O envelhecimento cutâneo pode ser desacelerado com algumas medidas indispensáveis como mostram algumas dicas abaixo para ter uma pele mais bonita, radiante e jovial:

Conhecer o tipo de pele
Se a  pele é oleosa, esqueça os produtos mais densos e cremosos, não importa se forem hidratantes ou maquiagem. Dê preferência aos géis ou sem óleo na fórmula. O mesmo vale para peles secas. Usar produtos anti-oleosidade irá ressecar ainda mais e, junto, trazer as temíveis marcas de expressão. Por isso, é importante respeitar o tipo de pele e usar produtos específicos para ela.

Beber muita água sempre
Beber ao menos dois litros de água por dia faz muita diferença. Primeiro que não irá ocorre o inchaço corporal. Segundo que a pele do rosto ganha um brilho saudável e natural. A água é um componente importante de todos os tecidos corporais, sendo um meio necessário para a função celular e para todas as reações. Ela é essencial em processos fisiológicos da digestão, absorção e excreção. Com isso melhora a pele, cabelo e unhas.

Usar protetor solar diariamente
Ele é fundamental para a saúde da  pele. Mesmo em dias nublados ou chuvosos, aplique-o. Deixar o produto esquecido pode causar envelhecimento precoce, manchas e câncer de pele. E não se deve esquecer do colo, pescoço, lábios e orelhas. Eles também ficam expostos ao sol e, no caso das duas últimas regiões, o câncer desenvolvido, chamado espinocelular, é agressivo e pode causar deformidades na retirada. Deixar o protetor sempre visível é um ótimo lembrete. Os mais indicados são os de FPS 30 que protegem na medida certa.

 




Usar creme para a região dos olhos
A pele da área dos olhos é extremamente fina e sensível. Isso significa que ela é mais fácil de enrugar. Esquecer de hidratar a região com produtos específicos só vai agravar o problema. A hidratação dessa região é importante para retardar o aparecimento daquelas rugas indesejáveis, chamadas de “pés de galinha” além de evitar também as indesejáveis olheiras.

Cuidar bem das mãos e dos pés
Nos pés, aposte nos cremes à base de uréia e aplique-o sempre após o banho. No caso das mãos, experimente esfoliá-las uma vez por semana com fubá. É só misturar duas colheres do ingrediente com uma de óleo de amêndoas e aplicar. Em seguida, use um hidratante com Óleo de Argan ou Vitamina E.

Pele limpa, pele saudável
Reserve a parte da manhã e da noite para limpar bem a pele. Primeiro, comece lavando o rosto com um sabonete específico para o  tipo de pele (seca, oleosa ou mista). Em seguida aplique um adstringente facial (ele remove as impurezas mais profundas). Finalize com um hidrante próprio para e região e só então comece a se maquiar. As glândulas sebáceas continuam a trabalhar durante a noite, por isso é importante lavar o rosto pela manhã para retirar excesso de oleosidade. Já antes de dormir, é importante para retirar as impurezas, inclusive resíduos de poluição.

Cravos e espinha
Espremê-los pode causar marcas e cicatrizes permanentes, além de possíveis infecções (nossos dedos costumam acumular muitas bactérias). Sempre que possível, faça uma limpeza de pele com um profissional ao menos uma vez ao mês. Em casa, mantenha e pele bem limpa e, na presença de uma espinha, use géis secativos sobre a região.

 




Não esfoliar a pele demais
Duas vezes por semana já é mais do que o suficiente. Quando usado em excesso, o produto pode enfraquecer a pele, machucá-la e causar envelhecimento precoce. Isso sem contar que, quando usado demasiadamente, o esfoliante pode acabar estimulando a produção de oleosidade e propagar as bactérias, causando espinhas. No banho, aplique o produto com movimento circulares suave. Quem tem a pele seca, evite.

Pincéis de maquiagem
Depois de algum tempo, as cerdas acabam acumulando a oleosidade do rosto. O problema é que elas se tornam o lugar perfeito para o acúmulo de bactérias. O resultado? Irritações e até inflamações no rosto. O ideal é que se lave os pinceis uma vez por mês com produtos próprios ou xampus infantis, que são neutros e não estragam as cerdas. Deixe secar naturalmente e siga com o uso

Cigarro
Ele faz mal para o todo o aparelho respiratório (e também de quem está ao lado) e para a saúde como um todo. Isso sem contar nos danos que ele pode fazer à  pele. O fumo diminui a oxigenação da pele deixando-a amarelada. As rugas tornam-se mais profundas ao redor dos olhos e da boca, principalmente, causando um acelerado envelhecimento cutâneo deixando a pele sem vida, maciez e elasticidade.