Nutricionista da cantora Jennifer Lopez ensina método para perder peso rápido em 28 dias

Nutricionista da cantora Jennifer Lopez ensina método para perder peso rápido em 28 diasHaylie Pomroy, nutricionista da cantora Jennifer Lopez e autora do livro “The Fast Metabolism Diet”, (A Dieta do Metabolismo Rápido) criou um programa de 28 dias para resolver disfunções no corpo. A nutricionista alerta que “Uma dieta rica em proteína e pobre em gordura e carboidratos só vai prejudicar o corpo”.

nutricionista Haylie Pomroy
Nutricionista Haylie Pomroy

O plano requer que se coma de três formas diferentes durante a semana, por quatro semanas para perder até 10 kg: “A variação sistemática de grupos alimentares em dias específicos da semana e em momentos estratégicos vai ajudar o corpo a se tornar mais eficiente ao converter comida em energia, o que faz, basicamente, seu metabolismo”, explica Pomroy.

 

1º e 2º dia: Fase 1
Rica em carboidratos, pobre em gorduras e moderada em proteínas para acabar com o estresse.
“A primeira coisa é acalmar o seu corpo, inundando ele com muitos nutrientes. Quando a pessoa se submete a muito estresse biológico e a um ganho de peso, ela tende a comer muita comida gordurosa como uma forma rápida de ingestão de açúcar”, explica Raylie. Nesta fase, é preciso comer muito açúcar natural (encontrado em carboidratos complexos, frutas e vegetais com alto teor glicêmico) para estimular as endorfinas no cérebro e ajudar o corpo a sair da crise adrenal. “Entretanto, as proteínas e gorduras passam a entrar mais lentamente, porque pegar energia em outro lugar requer muito esforço”, diz Haylie.
Alimentos: batata doce, couve, abacaxi, cereja, manga e arroz integral.

 

 




3º e 4º dia: Fase 2
Rico em proteína, baixo em carboidratos e gorduras para destravar reservas de gordura.
O foco está nas proteínas magras e vegetais ricos em fibras que irão acelerar o metabolismo, fortalecer os músculos e queimar gorduras. “Os músculos são construídos a partir de aminoácidos, fornecidos pela quebra das proteínas, metabolizadas nos nutrientes fornecidos pela gordura”, diz Haylie. Como a fase 1 tem pouca proteína, a única maneira de conseguir mais é consumindo a gordura armazenada.

“Muitas dietas ricas em proteínas deixam o organismo ácido, causando inflamações, má digestão e dores. Assim, com muitos vegetais alcalinos regulamos o ph do corpo e facilitamos a digestão de proteínas”, acrescenta a nutróloga.
Alimentos: aspargos, ostras, frango, salmão, claras, pimenta, limões e cacau em pó.

 

5º a 7º dia: Fase 3
Desencadeia a queima de auto teor de gordura, mas baixo de carboidratos e proteínas.

Assim, é possível conhecer o real poder de armazenamento do corpo ao ingerir gorduras saudáveis. “Toda semana, o organismo é alimentado com nutrientes fornecidos por carboidratos, vegetais e proteínas magras, e, na ausência de gorduras dietéticas, o corpo aproveita seu próprio armazenamento de gordura para definir os músculos. Agora, os níveis de gordura são altos porque, ironicamente, comer gordura depois de alguns dias de abstinência acelera muito sua queima. Esta é uma fase intensa, porque o corpo tem que ser eficiente ao converter gordura em energia”, explica Haylie. Por isso, é importante recomeçar pela fase 1, quando os nutrientes são de fácil absorção.
Alimentos: abacates, coco, ovos, pistaches, azeite, homus e maionese.

 

Agora, repita esse ciclo de três fases durante 28 dias.

Durante a dieta, é importante seguir algumas regras
1- Comer 5 vezes por dia: 2 lanches e 3 refeições
2- Comer a cada três ou quatro horas
3- Comer 30 minutos após acordar
4- Seguir a dieta por 28 dias corridos
5- Comer apenas os alimentos permitidos para cada fase
6- Beber aproximadamente 1 1/2 litro de água por dia




Alimentos que devem ser evitados

Laticínios
A taxa de liberação de açúcar na lactose (açúcar do leite) é muito rápida e a de gordura animal, muito alta.

Soja
Muita soja geneticamente modificada, dificulta a desaceleração do seu corpo. O alto nível de estrogênio provoca acúmulo de gordura na barriga.

Milho
É um grande reservatório de açúcar.

Açúcar refinado
Uma fonte concentrada de energia rápida, o que faz com que seu corpo tenha dificuldade em manter os níveis de açúcar no sangue estabilizados.

Trigo
O organismo tem muita dificuldade em digerir e extrair nutrientes do trigo.

Cafeína
Ela estressa as glândulas adrenais e faz o corpo consumir mais energia do que precisa.

Álcool
Tem um teor muito alto de açúcar.

Frutas secas ou sucos de frutas
Nesses alimentos, a concentração de açúcar é muito alta e a de fibra, muito fácil de consumir.