SUS oferece novo método de tratamento gratuito para varizes; veja dicas para evitar vasinhos, varizes e causas

RMC

tratamento-varizes-por-escleroterapia

De acordo com o Ministério da Saúde cerca de 70% dos adultos brasileiros apresentam algum tipo de varizes o que com o passar do tempo pode ter uma evolução no quadro com o acúmulo de sangue nas pernas podendo gerar complicações como dores, inchaço e até em casos mais drásticos uma trombose.




Para essa faixa da população atingida o SUS começou a disponibilizar o atendimento chamado de escleroterapia ( também chamada de “aplicação” ou até mesmo de “queimar vasinhos” é um procedimento médico realizado para o tratamento de vasos sanguíneos dilatados ou mal formações, ou seja varizes nos mais diversos tamanhosA princípio, haverá uma priorização para os casos mais graves, que geralmente envolvem o comprometimento da safena (veia que vai do tornozelo à virilha).

Segundo o Departamento de Doenças Venosas da Sociedade Brasileira de Angiologia e Cirurgia Vascular de Minas Gerais, uma das principais vantagens dessa técnica é a ausência de cortes e internação.

Como funciona o tratamento?

O tratamento funciona da seguinte forma: com o auxílio de um aparelho de ultrassom, o médico injeta na veia doente um medicamento em forma de espuma a fim de destruí-la. Aí o organismo passa a utilizar outras vias, o que normaliza o fluxo sanguíneo. O procedimento é realizado no ambulatório e o paciente volta para casa no mesmo dia, sem necessidade de repouso.




>> Em média, três ou quatro sessões já proporcionam um resultado satisfatório, para este procedimento quase não existem contraindicações, mas é importante passar pela avaliação de um médico de confiança pois quem apresenta algum tipo de alergia ao remédio utilizado na escleroterapia com espuma, por exemplo, deve, no mínimo, ter cuidado especial.

Como fazer o tratamento de varizes gratuito pelo SUS

Para conseguir fazer o tratamento de varizes gratuito através do SUS, o paciente precisa, em primeiro lugar, procurar o posto de saúde mais próximo e informar seu interesse para tratar de varizes e pedir para agendar consulta com o médico.

Antes de ter o procedimento autorizado, ainda precisará passar por exames médicos — essa etapa pode demorar um pouco, já que, como é de conhecimento geral, o sistema público de saúde no Brasil tem um funcionamento demorado.

Depois disso, a única coisa que o paciente precisa fazer é aguardar pela sua vez, já que os postos de atendimento do SUS, quando se trata de cirurgias emergenciais, trabalham com um sistema de filas por ordem de chegada.De acordo com o regimento vigente, o tratamento de varizes gratuito pelo SUS é, atualmente, um direito do cidadão brasileiro.

Outras formas de tratar
Médicos ponderam quando se fala em alternativas à remoção da safena, pois aparelhos de laser e radiofrequência tendem a ser mais eficazes em pacientes sem trombose, porque fecham a veia em uma única sessão por meio do calor.




CuidadosSeja para prevenir o aparecimento de varizes ou garantir a eficácia do tratamento escolhido, alguns cuidados relativamente simples fazem diferença. Evite passar longos períodos em pé, controle o peso corporal e a pressão arterial, pratique atividade física regularmente e, o uso de sapatos de salto alto ajudam no aparecimento de varizes e acima de tudo, não ignore os sintomas da doença por mais comuns que pareçam e procure um médico o mais breve possível.

O que são varizes?

Varizes são veias com tortuosas, dilatadas e insuficientes. Qualquer veia pode ficar varicosa, mas é mais comum as varizes afetarem as pernas e pés – isso porque ficar em pé parado ou assentado por longos períodos aumenta a pressão nas veias da parte inferior do corpo.

Veja algumas dicas para evitar varizes

Um descanso após ficar em pé
Se possível, faça pausas regulares para caminhar ou preferencialmente sente-se com os pés para cima. Quando estiver parado em algum lugar, mude o peso de uma perna para outra e/ou se levante nas pontas dos pés, dessa forma ajudará os músculos das pernas na tarefa de impulsionar o sangue até o coração.

Cuide do Peso
O sobrepeso pode vir acompanhado de uma série de complicações de saúde, entre elas o surgimento das varizes nas pernas. Com o excesso de peso aumenta a pressão sobre os membros inferiores, os vasos ficam frágeis e o coração passa a ter que trabalhar mais para poder levar sangue oxigenado para todo o corpo.




A gordura acumulada na região abdominal dificulta o trajeto de volta do sangue para o coração, favorecendo seu acúmulo das veias das pernas.

Elevar as pernas
Colocar os pés para o alto é bom, mas elevar acima do nível do coração é ainda melhor. É uma maneira de utilizar a gravidade para facilitar a circulação do sangue dos pés e tornozelos até o coração. Os médicos recomendam a elevação dos pés para aliviar a dor nas pernas e o inchaço. Dessa forma, deite-se em um sofá e apoie os pés no braço (do sofá) ou coloque três ou quatro travesseiros sob eles (ou deite-se no chão e apoie os pés no assento de uma cadeira). Sempre que possível, eleve as pernas durante dez minutos a cada hora.

Faça exercícios físicos
Além de cuidar da alimentação, movimentar-se é uma das melhores maneiras de prevenir o aparecimento das varizes. E os motivos para calçar o tênis são simples: exercícios como a caminhada e a corrida melhoram a circulação nas pernas e fortalecem a musculatura da panturrilha, dificultando o acúmulo de sangue nos membros inferiores.

E, além disso, a atividade física também contribui para a diminuição da pressão arterial, melhorando a saúde do sistema circulatório.Combinar exercícios leves de fortalecimento muscular com caminhadas e corridas, e procurar fazer exercícios pelo menos 3 vezes na semana.




Use roupas confortáveis
Evite o uso de calças ou outras peças que sejam apertadas na cintura ou na virilha, já que podem atuar como catracas que restringem o fluxo de sangue nos pontos importantes da circulação. Outra dica é o uso de sapatos confortáveis, visto que os sapatos com saltos mais baixos exigem menos esforços dos músculos da panturrilha, ao contrário de sapatos com saltos mais altos.

Tenha bons hábitos alimentares
Os hábitos à mesa podem ser aliados -ou vilões – na luta contra as varizes. Enquanto alimentos ricos em gordura, sal e açúcar causam inflamações e podem levar ao enfraquecimento da parede dos vasos, aqueles ricos em fibras e vitamina C podem ter um efeito exatamente oposto.

Pesquisas têm ligado dietas pobres em fibras ao surgimento de varizes, e o consumo exagerado de sal eleva a pressão arterial e dificulta o retorno do sangue venoso.
Uma alimentação hipercalórica e pouco nutritiva ainda sobrecarrega o fígado, órgão que também filtra o sangue e remove as impurezas.

Quando obrigado a metabolizar regularmente álcool, gordura e carboidratos refinados, o fígado pode tornar-se cronicamente inflamado e eventualmente se degenerar, causando o acúmulo de sangue nas pernas. Isso ocorre porque, ao não conseguir passar de maneira eficiente pelo órgão, o sangue tende a permanecer alojado dentro das veias, dilatando os vasos e causando varizes.




Causas
A causa mais comum para o aparecimento de varizes é genética. Outro causador de varizes pode ser a pílula anticoncepcional, por causa da carga hormonal do medicamento.O sedentarismo também pode levar as pessoas a terem varizes. Fazer exercícios, mesmo os leves como caminhadas, ter uma alimentação saudável são boas maneiras de evitar a dilatação das veias.

E os cuidados devem ser redobrados durante a gravidez pois as grávidas muitas vezes tendem a ficar mais tempo paradas, e isso pode levar ao surgimento de varizes.

 

Sintomas –  as pessoas podem ter:
Dor local: perna
Na pele: vasos sanguíneos inchados na pele, descoloração, escurecimento da pele ou úlceras
Também comum: inchaço, coceira, formigamento, pernas inchadas ou pernas pesadas

* Dor, ardor, ou sensação de peso nas pernas, que podem ser mais acentuados no fim do dia
* Leve inchaço, geralmente envolvendo apenas os pés e tornozelos
* Coceira na pele sobre a veia varicosa.

 

Os sintomas mais graves de varizes são:
*Acúmulo de líquido e inchaço na perna
*Inchaço e panturrilha com dor significativa após ficar sentado ou em pé por muito tempo
*Mudanças na cor da pele ao redor dos tornozelos e pernas
*Pele seca, esticada.

>> Em caso de sintomas ou suspeita de varizes, ou surgimento de vasinhos procurar um médico, que poderá encaminhar o caso para um especialista que pode ser um angiologista.

>> Clique aqui  para ver  + notícias de saúde e bem estar