Cientistas americanos criam máscara eletrônica que ajuda a dormir mais rápido

mascara-para-dormir-Dreamlight
Com uma tecnologia avançada, a máscara minimiza a pressão nas áreas sensíveis do rosto

Pesquisadores norte-americanos acabam de criar a Dreamlight, uma máscara para dormir capaz de fazer as pessoas adormecerem mais rápido e acordarem mais dispostas. A novidade foi pensada para quem têm dificuldade em dormir ou passam as madrugadas trabalhando.

Com uma tecnologia avançada, a máscara minimiza a pressão nas áreas sensíveis do rosto, não causando sem nenhum incômodo ao usuário. A novidade são as luzes laranja que se acendem e apagam em seu interior, tornando a respiração da pessoa mais tranquila, para que consiga dormir mais depressa.



A Dreamlight conta com sensores de batimentos cardíacos, acelerômetros, giroscópios e alto-falantes. Todos esses recursos analisam os sinais vitais e os movimentos da pessoa para entender os padrões de sono do consumidor. Esse relatório é disponibilizado no aplicativo da marca, compatível com iOS e Android, que também reproduz sons da natureza, como o barulho da chuva, e serve como despertador.

Segundo pesquisa do Instituto Nacional de Saúde Industrial do Japão, alarmes barulhentos podem causar problemas cardíacos e ganho de peso. Por isso, quando o horário de acordar se aproxima, as luzes dentro da máscara começam a brilhar aos poucos, dessa forma, o indivíduo acorda lentamente e inicia o dia relaxado.

A Dreamlight não melhora somente o sono, mas também a pele. O tratamento infravermelho impulsiona a circulação sanguínea ao redor dos olhos, melhorando a saúde e a aparência do rosto. A bateria da Dreamlight dura até 14 dias (se somente for utilizado o recurso de luz) e se for acrescentada a opção de ouvir áudios, a duração acaba sendo reduzida para sete dias.

O preço da máscara para dormir varia de acordo com o modelo, sendo que os mais simples custam em torno de 200 dólares.

Ler mais notícias sobre saúde