Conheça 15 dicas para emagrecer e perder barriga de maneira simples e comprovadas pela ciência

dicas-para-emagrecimento-saudavelAlgumas dicas simples podem ajudar no processo de emagrecimento e perda de barriga pois a grande maioria envolve apenas mudanças de hábitos e podem ajudar a eliminar aqueles quilinhos necessários. Durante o processo de perda de peso o ideal é se pesar apenas 1 vez por semana.

1) Consumir suplemento de proteína junto com duas grandes refeições (café, almoço ou jantar) do dia é boa estratégia para perder gordura e ganhar músculos. Em estudo publicado no Nutrition Reviews, quem fez isso aumentou em 100% a proporção de massa magra em relação à massa gorda –ou seja, ganharam a mesma quantidade de músculos que perderam gordura. Já os que consumiram nos lanches evoluíram 84%.



2) O tipo de comida ingerida é mais importante para emagrecer do que a quantidade de calorias dos alimentos consumidos. Pesquisadores de Harvard fizeram um estudo que mostrou que dietas ricas em farinha branca e bebidas açucaradas resultavam em ganho de peso. Já os alimentos integrais estão associados à perda de peso, ainda que a contagem de calorias desses alimentos seja semelhante.

3) Pessoas que consomem grandes porções de alimentos utilizando garfos grandes ingerem quantidades menores de comida. Os pesquisadores explicam que isso pode ocorrer porque é mais difícil visualizar a quantidade da porção ingerida quando ela é maior. Assim, pontos de referência externos, como o tamanho do garfo, ajudam a pessoa a determinar quanto alimento ela deve consumir.

4) O hábito de comer no cinema ou assistindo televisão contribui para que a pessoa coma de forma compulsiva, sem prestar atenção ao que come. A conclusão foi obtida em um estudo feito pelo pesquisador David Neal, da Universidade do Sul da Califórnia (EUA).



5) Passar fome atrapalha o emagrecimento. Isso porque quando o corpo sente fome as células cerebrais liberam sinais que deixam o metabolismo mais lento e causam mais fome ainda. Os pesquisadores da faculdade de medicina Albert Einstein, em Nova York, bloquearam esse sinal cerebral em ratos, o que fez com que eles fossem mais magros e comessem menos, mesmo após um período passando fome.

6) Comer em pratos menores ajuda a comer menos, mas de acordo com um novo estudo publicado no Journal of Consumer Research, a cor da toalha e do prato também ajudam a reduzir o consumo de alimentos. Quando o contraste entre a comida e o prato ou toalha era maior a quantidade servida diminuía em 21%.

7) Tendo problemas para controlar a vontade de comer doces enquanto está trabalhando? Cientistas acreditam que fazer caminhadas curtas pode ajudar. De acordo com uma pesquisa desenvolvida na Universidade de Exeter (no Reino Unido), uma caminhada de 15 minutos pode diminuir a quantidade de chocolate consumida por uma pessoa em quase metade.

8) Em vez de contar as calorias do alimento, conte quantos minutos de exercício terá de fazer para queimar suas calorias. Pesquisadores da Johns Hopkins’s Bloomberg School de Saúde Pública (EUA) realizaram um experimento em que lojas mostravam ao lado de bebidas a quantidade de calorias ou a quantidade de tempo de caminhada necessária para eliminar as calorias consumidas. A informação com a quantidade de tempo se mostrou mais eficaz.



9) Quer acabar com a barriguinha? A dica é apostar nas fibras solúveis. De acordo com estudo realizado por pesquisadores da Universidade de Wake Forest, nos EUA, consumir mais fibra solúvel (presente nos legumes, nas frutas e no feijão) e realizar atividades físicas ajuda a eliminar ou reduzir a gordura visceral.

10) Segundo pesquisadores da Universidade de Tel Aviv, incluir uma sobremesa na parte da manhã pode ser decisivo para perder quilinhos indesejáveis. A perda acontece porque é na parte da manhã que o metabolismo está mais ativo. O estudo mostra que comer carboidrato pela manhã não influenciou na perda de peso durante a dieta e ainda manteve o emagrecimento por mais tempo.

11) Estudo organizado pela Universidade Cornell apontou que os alimentos que ficam localizados na frente de armários e geladeiras têm três vezes mais chances de ser consumidos. Mesmo mudando o local dos alimentos, sempre os da frente eram mais consumidos.

12) Liderada pela University of Bath, uma pesquisa recente mostrou que ter uma alimentação balanceada antes do exercício prepara melhor o corpo para queimar os carboidratos (que já estavam estocados) durante a prática e digerir mais rapidamente os que foram ingeridos.



13) Anda enquanto fala no celular? Os adeptos de atividades físicas “espontâneas”, como caminhada, ficar em pé enquanto cozinha etc., são mais magros. É que, de acordo com o estudo publicado no Current Opinion in Endocrinology, Diabetes and Obesity, essas atividades despretensiosas aumentam consideravelmente o número de calorias queimadas em um dia.

14) Uma estratégia simples pode ajudar muito a eliminar uns quilinhos. Segundo pesquisadores do Instituto de Tecnologia da Califórnia (EUA), pensar na saúde antes de selecionar o que você vai beber e comer aumenta as chances de fazer boas escolhas alimentares.

15) Caminhar apenas 30 minutos por dia pode ser o suficiente para evitar o aumento de peso que ocorre com o envelhecimento, segundo estudo da Universidade da Carolina do Norte (EUA), que acompanhou, por 15 anos, cerca de 5 mil pessoas entre 18 e 30 anos. Descobriu-se que, entre as mulheres mais pesadas, caminhar por esse tempo diariamente reduzia, em até 450 gramas por ano, o ganho de peso.

Leia + notícias de saúde e dicas de bem estar